Cotação

sexta-feira, 2 de março de 2012

Economia

Produtividade menor em MT

Por Valor Econômico


Em Mato Grosso, maior Estado produtor de soja do país, a produtividade será mesmo menor em 2011/12 que no ciclo passado. O fungo da ferrugem, o excesso de chuvas e a pouca luminosidade vão frear a produtividade em até 8 sacas por hectare.
O superintendente do Imea, Otávio Celidonio, diz que as plantas de ciclos médio e curto são as mais prejudicadas. "A produtividade está menor e deve cair mais em relação ao ciclo passado, que foi de 3,2 mil quilos por hectare no Estado. Este ano deve ficar em cerca de 3 mil".

O presidente da associação dos produtores de soja no Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Fávaro, confirmou que a produtividade da safra de soja no Estado será menor que o esperado. "A produtividade não está sendo a esperada. A planta é bonita, mas tem falta de grãos e grãos leves, por falta de luminosidade e por causa da ferrugem", descreve.

As regiões oeste e sul estão melhores, de acordo com Fávaro. As regiões médio norte, norte e leste, que incluem as cidades de Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Querência, que correspondem a 50% da área de plantio do Estado, sofreram muito, principalmente em janeiro. A estimativa inicial é que a produtividade vai ficar 6 a 8 sacas a menos do que a safra passada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

8pt; text-decoration: none">