Cotação

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Plantio da soja está adiantado

Chuvas chegaram mais cedo e devem favorecer o início da colheita


Em Mato Grosso o plantio da safra 2011/2012 de soja deve ser finalizado já neste mês de novembro. Nas regiões norte e médio-norte, de acordo com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), o período de semeadura já foi finalizado. Isso porque as chuvas chegaram mais cedo este ano, que possibilitou o adiantamento do plantio. Segundo o diretor administrativo da Aprosoja, Carlos Henrique Fávaro, o ano foi um pouco atípico, com a chegada da chuva mais cedo em algumas regiões, o que irá favorecer, inclusive, o início da colheita de soja e o plantio do milho safrinha.

Os números divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) dão conta que até o dia 10 de novembro, 85,9% da área destinada a oleaginosa havia sido semeada no Estado, o equivalente a 5,825 milhões de hectares (ha) dos 6,782 milhões de ha previstos. Tanto que no comparativo de safras, neste ano a semeadura está se comportando com maior velocidade em relação às duas últimas safras. Isso porque em 09 de outubro, no mesmo período do ano, 67,9% estavam finalizados, ou seja, 18 pontos percentuais inferiores e, no dia 10 de novembro, 14,9 pontos percentuais menores se comparados ao plantio atual.

Segundo do Imea, essa antecipação da safra da soja mato-grossense já foi verificada em outros indicadores do agronegócio, como ocorreu com a comercialização de insumos, também antecipada ante os anos anteriores. E ainda na  comercialização dos grãos que, na média histórica, foi a mais adiantada. Esse adiantamento, desde que o clima se mantenha estável e úmido, favorece o desenvolvimento da cultura precocemente.

Fávaro disse também que em algumas regiões a falta de chuvas chegou a preocupar os produtores. Sendo que durante 17 dias a região oeste chegou a ter ausência de chuva, principalmente em Tangará da Serra e Deciolândia. Já na região leste a falta de chuvas variou de 10 a 12 dias, sendo Paranatinga o município mais atingido. O produtor explica que, apesar disso, o plantio ocorreu em seu tempo certo. Agora o que se espera é a regularização das chuvas para uma boa reta final de safra.

Os últimos números do Imea revelam ainda que, analisando a movimentação do mercado, os preços na segunda semana do mês novembro caíram com relação à semana anterior. O preço médio observado em Sapezal foi de R$ 36,80/sc, sendo 4,7% menor que a média da semana anterior. Em Nova Mutum a melhor indicação da semana foi na segunda-feira (7), com preço de R$ 40,00/sc. Já no município de Campo Verde a variação da média de preço caiu R$ 0,85 com relação à média de preço da semana anterior. Esse cenário se deve ao acompanhamento da situação mundial que se encontra em quadro preocupante e que estimula os investidores a deixarem o mercado de commodities, favorecendo o desempenho negativo do grão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

8pt; text-decoration: none">