Cotaçao da Bolsa

PSI 20 5.721,630 -56,570 -0.98%     DAX Xetra 5.967,200 +52,360 +0,890%     IBEX 35 8.975,500 +32,000 +0,360%     FTSE 100 5.466,360 +62,980 +1,170%     Dow Jones Industrial Average 11.644,490 +166,360 +1,450%     NASDAQ-100 (DRM) 2.371,940 +45,060 +1,940%     S&P 500 INDEX 1.224,580 +20,920 +1,740%     S&P 500 INDEX 1.224,580 +20,920 +1,740%     MIB 30 0,000 N/A N/A     NIKKEI 225 8.747,960 -75,290 -0.85%     Hang Seng Index 18.501,789 -256,021 -1.36%     DJ Euro Stoxx 50 2.355,480 +22,960 +0,980%     BOVESPA 55.030,449 +429,380 +0,790%     AEX 302,410 +5,020 +1,690%     All Ordinaries Index 4.269,000 -37,000 -0.86%     AMEX 555,949 +16,609 +3,080%     BEL20 2.203,040 +22,810 +1,050%     IPC 34.848,422 +263,672 +0,760%     Refresh a cada 5 minutos...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Chuvas irregulares estão afetando lavouras de soja em MT

As águas que caem aleatoriamente no estado de Mato Grosso estão afetando o desenvolvimento das lavouras de soja nas principais regiões produtoras do estado. Isso dificulta a finalização do plantio da safra 2011/2012 e interfere no crescimento da soja já plantada. Em algumas plantações, na minoria delas, é possível verificar tamanhos abaixo do normal para o período.

“Em grande parte do estado o que se observa são áreas com lavouras muito bem desenvolvidas e com alta perspectiva de produção”, revela Marco Antônio dos Santos, Agrometeorologista e um dos palestrantes do Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar que já foi realizado em nove municípios de Mato Grosso e a partir de desta terça-feira percorrerá outros seis e mais um de Goiás.

De acordo com Santos, nos próximos três meses ocorrerão em terra mato-grossense chuvas intercaladas com períodos de sol. A chegada do verão trará invernada, o que poderá atrapalhar a colheita da soja e a implantação das lavouras de milho e algodão 2º safra.

“Essa condição mais chuvosa e com temperaturas mais amenas para a estação serão características do fenômeno La Niña, que é o resfriamento anormal das águas da região equatorial do Oceano Pacífico”, explica o agrometereologista.

As regiões do estado que registrarão mais períodos de chuva são a Norte e Nordeste de MT. Segundo Santos, o volume de chuva poderá ultrapassar os 30% a mais do que a média climatológica dessas regiões. Já nas cidades localizadas ao Sul e Sudeste de MT ocorrerão volumes pouco abaixo da média e no máximo dentro da média.
“A grande particularidade é que mesmo essas regiões podendo ter chuvas abaixo ou dentro da média, as chuvas deverão vir em forma de invernada, ou seja, períodos longos de chuvas intermitentes”.

Evento – O Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar será realizado hoje (29) de noite em Querência. Nesta quarta-feira (30) de manhã em Canarana e de noite em Mineiros/GO. Dia 1º/12 (quinta-feira) acontecerá em Alto Garças no período matutino e no noturno em Rondonópolis. Dia 02/12 será realizado de manhã em Campo Verde e de noite em Primavera do Leste. O evento é uma realização da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT). Mais informações no www.fundacaomt.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

8pt; text-decoration: none">